Buscar
  • Eli Borochovicius

Problemas ou Desafios?


É muito comum encontrarmos barreiras em nossos caminhos e normalmente encará-las como grandes problemas quase insolúveis, mas é importante mudar o foco e enxergar de forma diferente: são apenas desafios!

Quem não tem problemas pessoais, familiares, escolares ou profissionais? Todos nós temos problemas, o que muda é como encaramos os fatos.

Qual a diferença entre "resolver problemas" e "superar desafios"? O foco.

Se o foco for procurar os culpados ou sair em busca de uma boa desculpa para não enfrentar os problemas, provavelmente você acabou de ganhar uma enorme dor de cabeça, mas se encarar como um desafio e, portanto uma etapa de crescimento no aprendizado, a solução é questão de tempo.

Nada melhor que tratar os conflitos de forma justa e perfeita.

Colocar os "pingos nos is" pode até certo ponto lhe prejudicar no quesito simpatia, em contrapartida, o resultado será mais eficazmente alcançado.

Temos que aprender a separar os problemas das pessoas e buscar a solução dos conflitos onde as partes envolvidas devam sair com resultados bem balanceados. Nem tanto ao céu, nem tanto a terra. Neste ponto encontramos três palavras-chave que são indispensáveis para a obtenção do sucesso na negociação: humildade, cessão e transparência.

A humildade em assumir os próprios erros, mesmo que menores, ao invés de apontar os erros dos outros, mesmo que maiores, abre um espaço maior para a negociação e conseqüentemente para o perdão.

Perdoar pode ser encarado como uma cessão, afinal de contas, quando cedemos estamos abrindo mão de algo que nos é de direito.

Se as duas coisas forem encaradas de forma transparente, são grandes as chances de se obter sucesso na solução dos desafios.

Não empurre as pendências com a barriga, querendo ou não, serão um problema em um curto espaço de tempo.

O melhor que tem a fazer é enfrentar os desafios, administrar e solucionar os conflitos com muito bom senso. Se o desafio for muito grande, divida o problema em ordem de prioridade e elimine cada uma das partes separadamente.

Caminhe a solução dos problemas para um consenso e uma solução de compromisso e não para uma solução perfeita, onde parte sairia com um gosto açucarado na boca e a outra parte com um gosto bem amargo.

Depois de resolvido o problema, não esqueça de olhar para trás e brindar com a superação do desafio!


8 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Finanças e Crianças: tudo a ver

Muitas crianças passaram a se interessar pelo universo financeiro - mas será que estamos caminhando com a educação da forma mais adequada? As crianças recordarão do ano de 2020 pelas mais variadas mud

PUC Campinas - Campus 1 | Rua Professor Dr. Euryclides de Jesus Zerbini, 1516  -  Parque Rural Fazenda Santa Cândida | Campinas - SP | CEP: 13087-571

  • Facebook
  • LinkedIn
  • Twitter
  • YouTube