• Professor Boro

Enfim, férias!


Está encerrado o semestre, ufa! Chegaram as tão sonhadas férias. ​ Férias universitárias, não do estágio, do trabalho, das obrigações e responsabilidades. ​ O dia permanece o mesmo. Ouvir os pássaros cantar ou o despertador tocar, levantar, escovar os dentes, tomar banho, homens - fazer a barba, mulheres - passar o creme, pentear, vestir, tomar café-da-manhã (esse é para quem tem tempo mesmo) e trabalhar. ​ Os alunos do primeiro semestre começaram a se acostumar com o ritmo das aulas, conheceram gente nova, estão se entrosando agora, é momento de curtir as férias e aproveitar as noites para ... ​ Os alunos dos semestres intermediários estão fartos de tanta informação, precisam diminuir o stress, encontrar-se mais freqüentemente e aproveitar as noites para ... ​ Os do último semestre estão esgotados pelos estudos dos anos passados na faculdade, afoitos com a proximidade do fim do curso, preocupados com a formatura, mas chegaram as férias e precisam aproveitar as noites para ... ​ Em geral os alunos aproveitam as noites para ir às baladas, descansar ou trabalhar, mas por que motivo pensam em aproveitar as noites dessa forma? ​ Enquanto você estava na faculdade não tinha tempo para essas coisas, neste caso é importante fazer aquilo que não se pode fazer enquanto estuda, certo? Errado. Não se vai à balada todos os dias, não se descansa todas as noites, assim como não se trabalha diariamente até a alvorada. ​ Você pode aproveitar esse período livre para treinar o cérebro, estudar mais e criar. ​ Criar como um verbo transitivo direto é o mesmo que fundar, imaginar, formar. É preciso que os alunos aproveitem as amizades que se desenvolveram dentro da universidade para fazer algo novo, colocando em prática aquilo que foi aprendido em sala de aula. ​ Em outros países é comum o incentivo às criações e como professor empreendedor, busco cobrar dos meus alunos a capacidade de discernir, questionar, inventar, enfim, de criar. ​ Reúna os seus colegas de sala, monte um grupo de estudos e busque criar. Se a sua criação for interessante, existem grandes chances de ser aproveitada por investidores e você pode virar um empresário de sucesso. ​ Toda criação nasce de uma necessidade, para tanto, busque soluções para problemas simples do seu dia-a-dia perguntando-se o por que das coisas funcionarem dessa forma e questionando se existe alguma maneira de torná-las mais eficientes. ​ Passou da hora das mentes brilhantes dos nossos jovens trabalharem em prol do desenvolvimento e da sociedade. ​ Avante, jovens empreendedores! Aproveitem as férias para se desenvolver.


Posts recentes

Ver tudo

Vendendo o arroz para comprar feijão

A inflação é um fantasma que já nos assombrou em um passado não muito distante - e que está dando sinais de voltar a nos assustar O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) é o indicador d