Buscar
  • Eli Borochovicius

Estão investindo na sua educação, e agora?


Normalmente escrevo sobre a educação voltada para os jovens universitários, mas como dei início a um Projeto de Pesquisa para o concurso de mestrado em educação, achei que deveria comentar sobre as minhas perspectivas para o ensino público básico e fundamental na região de Campinas. ​ Não é novidade para ninguém que o ensino público vem piorando gradativamente e quem sofre com isso é a própria sociedade. Para resolver esse problema é importante sabermos o que está acontecendo, questionarmos sobre as causas do problema e então sugerir uma solução viável e de simples implantação. ​ Uma das possíveis respostas para o ensino público básico e fundamental de má qualidade é a falta de verbas para o atendimento à crescente demanda, ou seja, incapacidade de absorção nas escolas públicas já existentes em razão do crescimento da população em fase de aprendizagem. ​ Supondo que essa premissa seja verdadeira, o que pode ser feito? ​ Considerando que todo investimento necessita de um retorno para novos investimentos, é importante que as escolas tenham verbas crescentes e proporcionais à demanda. ​ Uma boa escola particular custa hoje, em média, R$400,00 por mês, neste caso, podemos dizer que ao longo de 10 anos, o Governo custeou o equivalente a pouco mais de meio milhão de reais por aluno, ou 25 milhões de reais para cada classe com 50 alunos, considerando uma taxa média de 1,0% a.m.. É justo desperdiçar esse investimento da forma como fazemos hoje? ​ Achar que o Governo não fez mais que a obrigação não é uma atitude sensata. Se você é aluno de uma escola pública, precisa pensar de que forma você pode retribuir à sociedade que vem custeando os seus estudos. ​ Vejo o Governo criando planos voltados para a educação, mas não vejo melhoria na qualidade da educação. ​ A última coisa que penso é em defender o nosso Governo, que se mostra constantemente envolvido em falcatruas, golpes, mentiras, corrupção, subornos, enfim, dos piores adjetivos que se pode dar à moralidade, civismo, patriotismo e ética, mas não posso defender também o cidadão que não se esforça para fazer valer os investimentos do Governo, acreditando que o ideal era a criação de um software de inteligência inserido via cabo na cabeça de cada um, assim como fantasia o filme Matrix.

Estão investindo na sua educação, e agora? Qual o retorno que você dará para a sociedade que custeia os seus conhecimentos? ​ Faça a sua parte, cresça e esteja preparado para fazer um futuro mais digno que aquele que estão propiciando à você.


2 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Finanças e Crianças: tudo a ver

Muitas crianças passaram a se interessar pelo universo financeiro - mas será que estamos caminhando com a educação da forma mais adequada? As crianças recordarão do ano de 2020 pelas mais variadas mud

PUC Campinas - Campus 1 | Rua Professor Dr. Euryclides de Jesus Zerbini, 1516  -  Parque Rural Fazenda Santa Cândida | Campinas - SP | CEP: 13087-571

  • Facebook
  • LinkedIn
  • Twitter
  • YouTube