Buscar
  • Eli Borochovicius

Para que formatura?


Fui convidado para a formatura dos meus alunos como Professor Homenageado e fui convidado também como visitante para a formatura do meu sobrinho.

Meus alunos estão se formando em Contabilidade pela UNIP e o meu sobrinho, no Pré-A da Escola Pedro e Rafael.

Há gente que não dá valor às formaturas, aliás, a grande maioria. O que se ouve é: “Ai que chato! A gente vai lá para ouvir um monte de professores falando meia-hora e depois demora uma eternidade para ver o aluno receber um canudo que não tem nada dentro”.

A questão não é ouvir os professores por meia-hora, tampouco o conteúdo do canudo, mas prestigiar o formando reconhecendo os seus esforços pela conquista de uma etapa importante na vida dele.

Para o visitante tudo aquilo pode ser chato mesmo, mas não para o formando. A pessoa que está lá em cima do palco se apresentando, quer dividir o seu momento de alegria e de vitória com você que está lá embaixo o assistindo, e se não fosse isso, pode ter certeza que você não seria convidado. ​

A formalidade da formatura existe para que seja um marco na vida do formando, assim como o aniversário de nascimento, namoro, casamento, datas importantes que são festejadas. Opa! Festejadas? Sim, festejadas, por esse motivo existem os bailes de formatura ou coquetéis. Por tratar-se de um momento de regozijo, as festas completam o sentido da formalidade da formatura.

​ Não existe muita diferença entre a formatura universitária e a formatura do Pré. O valor para o formando é proporcional à sua idade e à sua conquista. Não participar da solenidade é o mesmo que virar às costas para a pessoa que o julga importante em sua vida. A formatura fará parte da história da vida do formando e pode ter certeza que ele faz questão de tê-lo presente já que você faz parte da história dele. ​ É comum encontrar alunos que não desejam participar da formatura. Na minha visão, puro egoísmo, além da indiferença que faz pelo seu crescimento pessoal. ​ Egoísmo, pois pensa em sua participação pessoal e nunca na falta que a sua presença fará na vida dos seus companheiros de sala, que desejam manter o registro dessa passagem junto daqueles que o ajudaram em todo o período de estudos, vencendo as intempéries naturais de qualquer objetivo alcançado.

Egoísmo puro por não propiciar aos pais, que lutaram pela educação de seus filhos, esse momento de satisfação. Aos pais falecidos, em suas memórias. Aos filhos, a honra de ver seus pais como um exemplo a ser seguido e por fim aos professores que buscaram formar seus alunos e não recebem o reconhecimento formal de seus esforços. ​ Se você for convidado à uma formatura, lembre-se que a sua presença não é para ouvir os professores, ainda que muitos se preocupem em tornar sua oratória mais educativa e nada cansativa, nem ao menos sua visita serve para ver um canudo vazio, ela serve para prestigiar o formando, assim como marcar o seu nome em seu livro da vida.


0 visualização

PUC Campinas - Campus 1 | Rua Professor Dr. Euryclides de Jesus Zerbini, 1516  -  Parque Rural Fazenda Santa Cândida | Campinas - SP | CEP: 13087-571

  • Facebook
  • LinkedIn
  • Twitter
  • YouTube